Total de visualizações

!!

!!

Com o novo decreto, Instituto Kairós anuncia a suspensão temporária de suas atividades presenciais


O governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou nesta quarta-feira (17), os novos decretos e medidas de segurança mais rígidas para conter as aglomerações no estado. Conforme divulgado por meio de uma live em suas redes sociais, Camilo cancelou as aulas presenciais nas instituições públicas e privadas, sendo permitido apenas o ensino remoto. Além de decretar toque de recolher em todo o estado entre 22h e 5h.

Com as novas medidas, o Instituto Kairós, que recente havia retomado as atividades presenciais, suspendeu as aulas na sede da escola até o dia 28 de fevereiro, como determinado no decreto Nº 33.936. O ensino seguirá somente de forma remota, como aconteceu durante quase 10 meses no ano de 2020. Para a diretora da instituição, professora Núbia Maria, o momento “pede calma e cautela com a situação”. Para ela, o ato do governador reflete as inconsequentes quebras das normas de segurança pela população. “A escola tem um papel essencial na formação de uma opinião e de uma conscientização aos alunos e famílias”, disse. Núbia ressalta que o ensino híbrido já “treinou” os alunos para essa possível realidade. “Voltamos presencialmente, mas continuamos, também, com algumas atividades remotas, justamente para preparar os alunos para uma ocasião desse tipo”, finalizou.

Na tarde desta quinta-feira (18), o Governo do Estado anunciou correções ao decreto divulgado na noite de ontem (17). As medidas adicionadas permitem as aulas presenciais para as turmas de educação infantil com crianças de zero à três anos. Devido ao baixo índice de contágio, já comprovado nesta faixa etária, as autoridades entendem que se torna inviável o ensino remoto para esse público especifico.


Vinícius Braga

Assessoria de Comunicação e Marketing do Instituto Kairós

(comunicacao@kairosipu.com)

Centenário de nascimento do político mais emblemático e importante do município de Ipu


Neste 02 de março de 2021, comemora-se ( in memoriam) o centenário de nascimento de Dr. Francisco Rocha Aguiar (1921-2021).
 
Camocim, Fortaleza, Salvador, Potiraguá (Ba) e Ipu foram as estações de sua vida. Ipu foi sua primavera. Simplicidade, humildade, altruísmo, honestidade, caridade, foram as grandes virtudes do ser humano Dr. Rocha Aguiar.
 
Casou-se com Maria Antonieta Rocha Aguiar, de cuja união nasceram os filhos: Grece, Aguiazinho (Falecido), Elisabete, Cristina, Nadson e Ricardo.
 
Em 14 de dezembro de 1949 formou-se em Medicina, pela Universidade Federal da Bahia.
 
Ao longo da vida transitou no universo médico e político. Sua vocação política se afirmou, quando se tornou Prefeito nomeado da pequena cidade de Potiraguá no sul da Bahia. Foi médico do Ministério da Saúde, da Assembleia Legislativa do Ceará e do Corpo de Bombeiros, tendo feito parte de um grupo de três médicos, consagrados como humanitários. Mas foi na cidade de Ipu-Ceará que construiu sua história na medicina e na política, a partir do ano de 1952. Tornou-se líder político; foi eleito Prefeito Municipal, quando promoveu um salto para o futuro no desenvolvimento do município; ampliou e aperfeiçoou a eletrificação do município, implantou a televisão, concurso público, a previdência social, ampliou a rede escolar, o ensino médio e o Mobral (Movimento Brasileiro de Alfabetização). 
 
Construiu o Balneário da Bica, Praça Delmiro Gouveia, renovou o Mercado Público, o Matadouro Público, Postos de Saúde, Sistema de Telefonia Municipal, Avenida da Municipalidade; outras e mais outras marcas do progresso. No ano de 1972 elegeu Prefeita de Ipu, como candidata única, sua esposa, Maria Antonieta Rocha Aguiar. Foi eleito Deputado Estadual do Ceará, com o sufrágio de 21.332 votos, para o período de 1979 a 1982, compondo as Comissões de Saúde, Educação e Constituição.
 
O Dr. Francisco Rocha Aguiar deixou sua marca indelével na cidade de Ipu e em toda a região, como líder humanitário, político e amigo de seu povo.
 
A nossa reportagem entrevistou nesta terça-feira (02/03) Nadson Rocha; um dos filhos do saudoso Dr. Rocha Aguiar. Ouça na sonora abaixo:
 

 















Morador do distrito Flores é vítima fatal de acidente de trânsito ao sair de Hidrolândia com destino ao Ipu

João Paulo: foto extraída de rede social.

Morador do distrito Flores, Sertão do município de Ipu-CE, foi vítima fatal de acidente de trânsito na tarde desta terça-feira, por volta dás 16h30, quando ao sair do município de Hidrolândia, sofreu o sinistro vindo a óbito.

Vítima: João Paulo, 31 anos, filho da senhora Maria e do senhor Dedé, residentes em Flores, distrito de Ipu. João Paulo trabalhava em Hidrolândia, e nesta terça-feira (02/03) quando retornava guiando sua motocicleta debaixo de muita chuva, na altura da localidade Pelada sofreu o acidente. Ainda não se sabe se o mesmo teria sido colhido por outro veículo ou perdeu o controle da moto devido o asfalto escorregadio, vindo a cair. 

João Paulo foi encontrado mais de 1 hora depois do acidente, já sem vida. A comunidade do distrito de Flores está de luto pela perda repentina, inesperada, desse cidadão querido e conhecido da região.  

 

 


Ipuense de 25 anos assume como titular efetiva na Delegacia da Mulher no município de Piripiri -PI

 

Kamilla Martins Braga, ipuense,  filha de Gabriel Soares Braga e Maria de Fátima Martins Braga, Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Ceará - UFC, Campus da Faculdade de Direito, na nossa capital Fortaleza, pós-graduanda em Ciências Criminais, pelo Complexo de Ensino Renato  Saraiva - CERS, assumiu ontem, dia  01/03/2021, o cargo de Delegada, como titular efetiva na Delegacia da Mulher na cidade de Piripiri, no nosso vizinho estado do Piauí, a jovem assumiu a pasta e iniciou efetivamente suas atividades, prometendo acolher todas as vítimas que necessitarem da sua atuação com sigilo e ética, procurando fazer valer todos os preceitos de sua formação com respeito e honestidade.

  



 
 
 
 
 
Via Ipu Cidade

Moradora do bairro Alto da Boa Vista denuncia morte de gatos por envenenamento


Uma moradora do bairro Alto Boa Vista, em Ipu (CE), procurou o Ipu Notícias para denunciar a morte de gatos na Rua Lourenço. Gracinha Mell, conta que no último fim de semana três animais foram envenenados e morreram. 

Ela postou na sua rede social a denúncia. "E maldade humano continua aqui Boa Vista, só esse final de semana foram mais três gatos envenenados, e ninguém faz nada, a fiscalização não investiga" lamenta a internauta.

A mulher acredita que sejam pessoas que residem nas redondezas que estejam cometendo esta maldade. "Recebi várias denuncia de quem vende, enquanto isso os inocentes estão morrendo, por causa da crueldade humana. Por favor, autoridades de Ipu faça alguma coisa" apela Mell.

 


A moradora informa que fez uma postagem em rede social e mais pessoas do bairro comentaram que ocorreu o mesmo com seus gatos.

 

 

Fonte: Ipu Notícias

  

 

 

"Por incrível que pareça, eu senti mais medo da Covid", compara motorista que sobreviveu a tsunami

O paulistano, que mora há oito anos no Ceará, passou sete dias internado por complicações da doença; ele sobreviveu a um tufão, terremoto e tsunami quando vivia no Japão

 

Legenda: Após enfrentar tufão, terremoto e tsunami, morador do Ceará aponta que o maior medo ocorreu quando teve Covid - Foto: Arquivo pessoal.

De tufão, terremoto e tsunami enfrentados no Japão a recuperação da Covid-19 no Ceará, o motorista de aplicativo, Marcio Leite, 52 anos, já coleciona mais de cinco experiências em que poderia ter perdido a vida. No entanto, foi a infecção pelo coronavírus, em Fortaleza, que o deixou com mais medo. 

O paulista que mora há oito ano no Ceará ficou internado por sete dias, em maio de 2020, até vencer a doença. Os pensamentos para o futuro lhe ajudaram a resistir aos medos e sentimentos desesperançosos vividos no leito  para pacientes com Covid-19 do Frotinha do Antônio Bezerra. 

“Mas em questão de medo, por incrível que pareça, eu senti mais medo da Covid, porque ela me pegou aos poucos. Me deixou com febre, com tosse, com dor de cabeça. Ela foi me pegando aos pouquinhos. O terremoto ‘vai ali’, um, dois minutos e acabou, já era. Você pode se proteger. A Covid não. Ela pode levar sua vida em questão de semana. Te mata aos poucos”, compara. 

Legenda: Em maio de 2020, o motorista de aplicativo apresentou exame positivo para Covid-19, precisando ficar 7 dias internado - Foto: Arquivo pessoal.

Nesse período em que ficou internado, ele experienciou desde os sintomas mais leves da doença, como febre e tosse, até as ocorrências mais graves, como falta de ar. Mas, o motorista relata, os efeitos psicológicos são tão impactantes quanto os físicos.

“Quando eu fui transferido para a UTI, tive a sensação de morte. Na UTI, três pessoas morreram ao meu lado, e passa na sua cabeça ‘será que sou o próximo?'. O psicológico influencia muito nessa hora”, diz.

 Tsunamis no Japão

Foi em 2009, após 2 anos vivendo no Japão, que Marcio enfrentou seu primeiro terremoto em terras asiáticas. Sem alerta de tsunami, o tremor registrou magnitude de 6,9 graus a uma profundidade de 340 quilômetros no oceano. Na época, ele morava com sua esposa de descendência japonesa na província de Yaizu, localizada há cerca de 200 km de Tokyo. “Às 5h da manhã, levantei para ir ao banheiro, quando foi 7h, as coisas começaram a cair em cima de mim e me machuquei”, relata. 

A sensação do terremoto lhe remeteu às vivências da infância, quando, deitado sobre um lençol erguido por amigos, era balançado no ar sem perspectiva de retornar ao chão. Sem treinamento para lidar em episódios de terremoto e com medo de se machucar de forma mais grave, sua reação foi sair do prédio e correr para a rua.

“Quando eu cheguei na rua, não tinha ninguém. Minha esposa, lá em cima, ria de mim, dizendo que era bicho nervoso. O treinamento dado era para ficar em casa, porque é pior ir para a rua, mais coisas podem cair em cima da gente”, explica.

No entanto, foi o tsunami de 2011 que fez nascer um novo medo, acarretando seu posterior regresso ao Brasil, no segundo semestre do mesmo ano. Era 11 de março quando o terremoto de magnitude 9 ocorreu, deixando 18.500 mortos e provocando o acidente nuclear de Fukushima

Marcio vivia na cidade de Ibaraki e, logo após os tremores, organizou seus pertences e viajou de carro até Yaizu, seu antigo lar.

“Eu quis sair de lá logo. Depois descobrimos que o tsunami havia chegado (em Ibaraki). Estávamos fugindo. Eu podia ter ficado, os terremotos são coisas normais, mas não queria ficar. Se eu tivesse em casa, teria sofrido mais”, finaliza.

Essas experiências, reconhece ele,  podem contribuir para que as pessoas enfrentem situações desafiadoras com mais tenacidade. “Não pense no passado quando estiver à beira da morte, pense no que você ainda pode fazer. Isso que é importante. O seu combustível será seu futuro, não seu passado”, compartilha. 

Passagem de tufões

Além das vivência de terremotos e tsunamis, o motorista de aplicativo também viveu a experiência de acompanhar a passagem de um tufão por Yaizu, em 2008. “Eu estava dormindo, comecei a ouvir um barulho muito estrondoso. O tufão balançava todos os postes da rua e eu pensava que iam ser destruídos, arrancados, que ia ter um vazamento nuclear”, relata. 

No dia seguinte, viu os resquícios da destruição, com telhas arrancadas, árvores caídas, rachaduras nas paredes. “Eu fiquei com muito medo, me perguntava se o prédio ia aguentar”, comenta. Porém, relembra descobrir, ainda nos primeiros anos no Japão, o quão resistentes eram as estruturas nas cidades, construídas para suportar os tremores. 



Fonte: Diário do Nordeste

Vídeo: Caminhão capota após descer de ré em mineradora de Santa Quitéria


Um acidente envolvendo um caminhão foi registrado nesta segunda-feira (01), dentro de uma empresa de mineração na fazenda Lagoana, zona rural de Santa Quitéria.

Conforme vídeo das câmeras de segurança obtido pelo A Voz de Santa Quitéria, o veículo, que estava carregado, seguia dando ré e em dado momento, acabou ultrapassando o limite de onde estava, não se sabe se por falha mecânica e continuou descendo. O motorista conseguiu pular a tempo da cabine e evitando o pior. O caminhão acabou tombando por cima de blocos de granito, na parte inferior da mina.

Apesar do susto, ninguém ficou ferido. A reportagem tentou contato com a empresa, pelos telefones disponíveis, mas não obteve êxito. 
 
Confira o vídeo:

 
 
 
 
 
 
Fonte: A Voz de Santa Quitéria


Infectologista é agredido após alertar sobre riscos da pandemia


Médico do município de Toledo, no interior do Paraná, foi agredido após alertar pessoas sobre os riscos da pandemia na última sexta-feira, 26. Em suas redes sociais, o infectologista José Eduardo Mainart Panini relatou que recebeu chutes e socos de duas pessoas: “Enquanto um me segurava, o outro me agredia. Enfim, pessoas assim ajudaram a situação chegar onde está”, ponderou.

De acordo com o portal do Jornal do Oeste, veículo local do Paraná, a Polícia Civil paranaense, por meio da equipe da 20ª Subdivisão Policial de Toledo (SDP), disse que a agressão aconteceu após um “desentendimento familiar” e não tem relação com o exercício profissional da vítima. A situação segue sendo investigada.

Em nota divulgada à imprensa, o prefeito da cidade, Beto Lunitti (MDB), repudiou as agressões sofridas pelo médico, que é servidor público do município. Ele considerou a agressão “injustificável e inaceitável” e colocou a administração municipal à disposição do profissional para dar suporte a ele. Lunitti disse ainda que a agressão aconteceu fora do ambiente e horário de trabalho do infectologista.

 
 
 
Fonte: O POVO Online

 

Briga entre irmãos por herança em Ipueiras, um deles efetua um disparo de arma de fogo


Nesta segunda-feira(01) por volta das 09h30 a Polícia Militar de Ipueiras através da viatura 7422 foi acionada dando conta de um disparo de arma de fogo na localidade de Arroz. Policiais deslocaram-se até o local e segundo populares estava havendo uma disputa entre irmãos pela herança e que os irmãos começaram a discutir onde um deles ( João Paulo) efetuou um disparo para o alto.

Acusado: João Paulo Farias Galvão, nascido em 10/11/1980, natural de Ipu, casado, motorista, residente no local da ocorrência. Vítima: Ronaldo Farias Galvão, filho de Francisco Galvão Sampaio e Francisca Fátima Farias Galvão, 49 anos, casado, motorista, residente na Boulevard João Batista Carlos- Bairro Alto dos 14 Ipu.

O disparo não atingiu a vítima e quando a polícia chegou no local não conseguiu localizar os envolvidos.

 

 

Fonte: Tony Sales

Desesperado! "Não aguento mais passar fome", grita empresário ao tentar se matar no Centro de Manaus, Zona Sul

 
Um empresário identificado com o nome de Jero Mesquita, 47 anos, subiu em uma árvore de quinze metros de altura da praça da Matriz, no centro de Manaus, no final da tarde desta segunda-feira, 1, e ameaçou cometer suicídio, atraindo rapidamente para o local dezenas de populares.

Muitas das pessoas presentes no local começaram a cantar hinos de louvores a Deus e pediam para o empresário não cometer o suicídio, enquanto por outro lado, uma equipe de policiais da 24ª Cicom, isolou o local e acionou o Corpo de Bombeiros.

Assim que os bombeiros chegaram ao local e viram que o homem ainda estava na árvore, em pé entre os galhos, foi montada uma cama móvel para amortecer a queda no caso do empresário realmente pular e tentar o suicídio.

Jero Mesquita gritava a todo instante que seus negócios faliram durante a pandemia, que está todo endividado, sem dinheiro para sustentar a própria família, para pagar o aluguel e disse até que está passando fome com os filhos e a esposa”.

Os policiais militares e bombeiros perceberam que o homem estava totalmente abalado emocionalmente e atuavam com bastante cautela, para que não se abalasse ainda mais e procurando sempre conversar com ele até que em dado momento, quando a tarde começava acabar ele resolver desistir do suicídio.

Depois que o empresário desceu com ajuda dos bombeiros alguns dos seus familiares já estavam presentes e ajudaram a acamá-lo até ser colocado na ambulância do Samu para ser levado a uma clínica para conversar com psicólogos.

Não há outras informações sobre o empresário Jero Mesquita e somente um amigo do mesmo que estava na praça da Matriz, confirmou que ele está falido, desesperado com as dívidas, mas prometeu ajudá-lo da melhor maneira possível juntamente com a família e outros amigos do mesmo.

 
 
 
Fonte: Portal do Zacarias

Ararendá-CE: Mulher morre após sofrer queda de motocicleta na zona rural

Uma verdadeira fatalidade foi registrada na manhã desta terça feira 02/03/2021, no município de Ararendá.

O fato ocorreu próximo a Localidade de Angola, quando uma moto biz vermelha, placa PMT 1488, acabou estourando um dos pneus vindo a causar o Acidente que deixou uma pessoa morta.

O Veículo era pilotado pelo senhor:. Francisco Maurício Camelo, 57 anos, o qual levava na garupa a sua esposa:. Francinilda Silva, nascida aos 12/11/1979 (41 anos), casada, natural de Santa Luzia/MA, filha de Maria do Socorro Silva, residente no Sítio Asa Delta - Ararendá.

Vale ressaltar que após um dos pneus do veículo estourar, o casal veio a cair onde dona Francinilda (que não usava capacete) acabou sofrendo uma forte pancada na cabeça, sendo socorrida ainda com vida para o hospital local porém não resistiu e veio a óbito em seguida.

Já o seu esposo Francisco este está fora de perigo.

A polícia militar esteve no local do acidente e o veículo foi levado para o destacamento policial de Ararendá.

 

 

Fonte: Ipaporanga Notícias

Ação conjunta PC, Policiais Penais e GCM prende homem que mesmo com o monitoramento eletrônico, traficava drogas em Ipu


Ação conjunta da Polícia Civil, a frente delegado Dr. Rômulo de Oliveira Melo, Policiais Penais da SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) e Guarda Civil Municipal prendeu na noite desta segunda-feira (01/03) por volta dás 19h00 no bairro Escondido desta cidade Ipu-CE, indivíduo apenado da justiça, por regressão de regime, que mesmo usando tornozeleira eletrônica seguia traficando drogas.

O delegado de Polícia Civil de Ipu, Dr. Rômulo de Oliveira Melo, representou pela prisão preventiva de Nailton dos Santos Vieira, vulgo "Naitinho", qualificado nos autos, bem como pela busca domiciliar do mesmo, aduzindo, em apertada síntese, que o representado foi preso pelo cometimento dos crimes previstos nos artigos 33 e 35 da Lei Nº 11.343/06, todavia, foi posto em liberdade provisória, em sede de habeas corpus, com imposição de medidas cautelares, dentre as quais o uso de tornozeleira eletrônica.  

Informações apuradas pela Polícia Civil dão conta que na casa do representado funciona um lava-jato de fachada, pois na verdade o que existe no local é um ponto de vendas de drogas, afirma também que o representado responde a diversos processos nesse juízo, bem como ainda vem descumprindo as medidas cautelares que lhe foram impostas, dentre elas o monitoramento eletrônico. Que o WhatsApp da Delegacia tem recebido diversas denúncias imputando a continuidade de forma intensa da comercialização de entorpecentes.  


 

Ipu-CE: Bebedeira termina com homem apunhalado no peito no distrito Várzea do Giló


Na madrugada desta segunda-feira (01/03) por volta dás 02h00, após bebedeira num bar no distrito de  Várzea do Giló desta cidade Ipu-CE, um homem sofreu uma lesão por arma branca, desferida por um menor de idade.

Francisco Alves de Sousa, 41 anos e o menor de iniciais J.A.N.S. 16 anos, moradores do referido distrito, estavam bebendo, quando se dirigiam às suas residências, a mais ou menos 200 metros de suas casas, o menor chamou o Francisco Alves para voltarem ao local de onde estavam para continuar a bebedeira, Francisco se negou a retornar, começou uma discussão e o menor sacou de um punhal e cravou no peito da vítima. 

Após a agressão o menor acusado saiu tomando rumo ignorado. A vítima chegou em casa com o punhal cravado no peito, quando conseguiu arrancá-lo e em seguida foi socorrida ao Hospital Municipal de Ipu e de lá por conta da gravidade da lesão, transferida para Sobral. 

A equipe da Guarda Civil Municipal, composta pelos GCMs: Wagner, Andrade e Márcio atendeu a ocorrência.  

 

Punhal se encontra apreendido na DPC de Ipu.


Em Ipu, dono de bar é conduzido para a Delegacia de Polícia Civil acusado de descumprir o decreto governamental


O fato ocorreu neste domingo (28/02), por volta dás 17h10, quando a  Polícia Militar  através da Viatura  7382  composição de serviço, estava realizando ronda, nos Distritos de Ipu, fazendo cumprir o decreto estadual. 

Quando a composição chegou na localidade de Alegria, avistou um Bar com várias pessoas em seu interior, procurando o proprietário, este apresentou-se e ao ser indagado do conhecimento dos horários de funcionamento, alegou que tinha conhecimento, mas as pessoas não saiam de seu Bar, diante dos fatos, o mesmo foi conduzido para a Delegacia Regional de Tianguá, para a lavratura dos procedimento cabíveis sendo lavrado um TCO.

Contra o Acusado:  Eduardo Rodrigues dos Santos, nascido aos 24/11/1991, amasiado, comerciante, natural de Ipu, residente na Localidade de Alegria, zona rural de Ipu.

Prisão de comerciante por promover aglomeração em horário do "Toque de Recolher", em Ararendá-CE


Relato do ocorrido: O presente Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi lavrado com base no art. 69 da Lei Nº 9099/1995, para as providências legais, no que tange ao crime, conforme previsto no artigo 268 da Lei Nº 2848/40- CP, em que figura como autor Paulo Vieira Alcantara, fato este ocorrido no dia 28/02/2021, por volta dás 21h00, na localidade de Bom Princípio, zona rural de Ararendá-CE.

Conforme ficou apurado, a composição da Polícia Militar da VTR 7412, integrada pelo ST PM Miranda e o CB PM Torres foram acionados via 190 que na referida localidade estava acontecendo um evento em um bar denominado "Boteco do Paulo".

Ao chegar ao local à composição constatou a veracidade das denúncias, onde no estabelecimento encontrava-se cerca de 40 pessoas, assim descumprindo o Decreto Governamental Nº 33.955 de 26/02/2021. Diante dos fatos o estabelecimento foi fechado, as pessoas foram dispersadas e o proprietário conduzido ao Quartel da 2ª Cia do 7º BPM, sendo analisada pelo senhor 1º Ten. QOPM Francisco Erivaldo Sousa Mariano, coordenado do Policiamento da 2ª Cia/7ºBPM, que decidiu pela lavratura do referido Termo Circunstanciado de Ocorrência: Que foi lavrado o presente TCO em desfavor do autor Paulo Vieira Alcantara, para posterior análise e deliberação do Juizado Especial Criminal da Comarca de Ararendá-CE.

Sem mais a acrescentar, os autos foram remetidos para apreciação do Núcleo de Resoluções de Conflitos e Justiça Restaurativa, no âmbito da Primeira Vara da Comarca de Ararendá-CE, a quem compete deliberar sobre o suposto delito em alusão, ao mesmo tempo em que a autoridade policial se coloca à disposição para ulteriores deliberações.