Total de visualizações

!!

!!

Jornal O Povo: Educação de Ipu está entre as dez piores do estado


Em 2013, segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), as escolas municipais de Ipu viviam num quadro de estagnação pedagógica em seu processo de ensino e aprendizagem.


Noticiamos aqui essa situação ( clique aqui e leia), e esperávamos que esse quadro preocupante, somando ao baixo desempenho em outras avaliações globais como o Spaece, fariam com que a Prefeitura de Ipu e a Secretária Terezinha Rufino, refizessem suas estratégias para que houvesse uma melhora nesses indicadores.


Passados mais de dois anos,  o Ipu, berço de grandes educadores, mas que não estão sendo devidamente condicionados pelo poder público local, continua com um resultado pífio no Ideb o qual tem como matriz o cruzamento de vários dados e, em especial, a Prova Brasil que é aplicada aos alunos do quinto e nono ano do Ensino Fundamental em anos ímpares. 



Último Lugar na Crede 5 e na Região.

Apesar de uma relativa melhora na avaliação dos alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental, o município de Ipu está na medíocre e última colocação entre todas as cidades da Crede 5 de Tianguá e também perdendo para todas as cidades vizinhas nas duas modalidades avaliadas. 



A atual administração municipal andou até estranhamente melhorando na última avaliação do Spaece Alfa, depois de três anos com minguados números. Digo isso (estranhamente), pois o Ipu melhorou da noite para o dia, fato esse meio milagroso que deveria ser estudado pelos cientistas pedagógicos do mundo, devido o tamanho alopramento na melhora dos números de forma abrupta e sem nenhum projeto acrescentado as práticas escolares do município - como assim checamos em conversa com vários professores da rede local.  Mas "o mais do mesmo" impera sobre o comando da Secretaria e do Executivo local.



Essa última colocação no Ideb é um reflexo que não adianta apenas pagar salários em dia aos professores, dar uma estrutura mínima nas escolas, se não houver uma inovação no cotidiano escolar combinado com projetos ousados de alfabetização, acompanhamento de atividades e a integração com as Famílias. 




Outro fato é que dentro do próprio grupo político do Prefeito Sergio Rufino, existem pessoas com capacidade para tirar a educação municipal do limbo, porém o gestor ao seu estilo bancou a sua irmã no comando da pasta nesses quatro anos como forma de imperar um centralismo político não tão condizente com o fazer acontecer dentro da educação. 





O Povo.

A edição de ontem (11.09) do Jornal O Povo destaca negativamente o Ipu como, dentre os 184 municípios cearenses, estando entre os dez piores do Estado na avaliação das séries finais do Ensino Fundamental.


IMAGEM- Fonte Jornal O povo

Confira os números divulgados pelo MEC/Ideb no comparativo com as cidades coordenadas pela CREDE 5


5º ANO: Guaraciaba do Norte: 6.3, São Benedito: 5.2, Croatá: 5.8, Ibiapina: 5.2, Ubajara: 6.3, Tianguá: 6.0, Viçosa do Ceará: 5.9, Ipu: 4.8



9º ANO: Guaraciaba do Norte: 4.4, São Benedito: 4.4, Croatá: 4.4, Ibiapina: 4.2, Ubajara: 5.2, Tianguá: 5.0, Viçosa do Ceará: 4.6, Ipu: 3.7



Via Bloga do KT